Notícias


Prémios atribuídos pela Sociedade Portuguesa de Coloproctologia em 2017

(não inclui prémios dos trabalhos do XXVII Congresso Nacional)

PRÉMIO MEDTRONIC “INVESTIGAÇÃO EM COLOPROCTOLOGIA” 2017

foi atribuído em ex-aequo aos seguintes trabalhos de investigação:

LONG TERM WAIT AND SEE APPROACH FOR DIVERTICULITIS WITH ABSCESS – HOW SAFE IS IT?
da autoria de Mónica G. Sampaioa, Ezequiel F. Silvab, Cristina Silvaa, Anabela Rochaae Marisa D. Santosa
aUnidade de Cirurgia Colorectal, Departamento de Cirurgia, Centro Hospitalar e Universitário do Porto
bDepartamento de Cirurgia, Centro Hospitalar e Universitário do Porto

PREOPERATIVE NEUTROPHIL-TO-LYMPHOCYTE RATIO AS A PREDICTOR OF RECURRENCE FOR STAGE II COLON CANCER
da autoria de Marina Morais1,2, Diana Gonçalves1,2, André Costa-Pinho1,2, Elisabete Barbosa1,2, Renato Bessa-Melo1,2e J. Costa-Maia1
1Centro Hospitalar de São João, Departamento de Cirurgia
2Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

BOLSA DE INVESTIGAÇÃO – BIÉNIO 2016-2018

Foi agraciado com a Bolsa de Investigação em Coloproctologia para o biénio 2016-2018, o estudo

RESPONSE TO CHEMORADIOTHERAPY IN RECTAL CANCER: STUDY OF MOLECULAR PREDICTORS OF RESPONSE,
da autoria de:
Investigadores principais:
Susana Ourô, Hospital Beatriz Ângelo, Loures
Cecília Rodrigues, Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa
Co-Investigadores:
Diane Pereira, Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa
Diogo Albergaria, Hospital Beatriz Ângelo, Loures
Marisa Ferreira, Hospital Beatriz Ângelo, Loures
Helena Oliveira, Hospital Beatriz Ângelo, Loures
Instituições proponentes:
Departamento de Cirurgia do Hospital Beatriz Ângelo, Loures e Departamento de Bioquímica e Biologia Humana da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

BOLSA DE ESTÁGIO DE CIRURGIA 2017

Foi agraciada com a Bolsa de Estágio de Cirurgia 2017, a Dra. Ana Cristina Ferreira da Silva Madureira, natural de Vila Nova de Famalicão, e profissionalmente vinculada ao Hospital de Santo António, Departamento de Cirurgia, Serviço de Cirurgia 1, no Porto.
Candidatura apresentada para estágio sobre excisão mesorretal total transanal (TaTME), com a duração de um mês e sob orientação do Dr. António Lacy, na Barnaclínic em Barcelona

Prémio Melhor Artigo Científico, publicado na Revista Portuguesa de Coloproctologia em 2016

foi atribuído em ex-aequo aos artigos seguintes:

Vascular complications in Inflammatory Bowel Disease: an observational study,
da autoria de S. Campos, F. Portela e C. Sofia, do Serviço de Gastrenterologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

Obstipação terminal – disfunção do pavimento pélvico ou disfunção coloretal?
da autoria de M. Eusébio e J. Ramos, dos Serviços de Gastrenterologia do Hospital de Faro, Centro Hospitalar do Algarve, e do Hospital de Santo António dos Capuchos, Centro Hospitalar de Lisboa Central, respectivamente.

Trabalhos premiados no âmbito do XXVII Congresso Nacional de Coloproctologia (Lisboa, 24 e 25 Novembro 2017)

Prémio “Melhor Comunicação Oral”

Comunicação Oral nº 11 – FOLLOW-UP A LONGO PRAZO APÓS EMR DE LESÕES COLORECTAIS GRANDES: LESÕES METÁCRONAS, PREDITORES E VIGILÂNCIA
da autoria de Dalila Costa, Mariana Brandão, Rita Costa, Raquel Gonçalves e Carla Rolanda, do Serviço de Gastrenterologia, do Hospital de Braga.

Prémio “Melhor Poster”

Poster nº 20 – ELECTROQUIMIOTERAPIA NA ABORDAGEM TERAPÊUTICA DO MELANOMA ANO-RECTAL
da autoria de Joana Bártolo, Victor Farricha, Sara Carvalhal, Joana Castela, Susana Mão de Ferro e Nuno Abecassis, do Instituto Português de Oncologia de Lisboa.

Prémio “Melhor Vídeo”

Vídeo nº 03 – TAMIS E USE RECTAL EM SINERGIA NA RESOLUÇÃO DE UM TUMOR PARA-RECTAL
da autoria de Maria Sousa, José Pedro Pinto, João Soares, Charlene Viana, Andre Goulart, Fernanda Nogueira e Pedro Leão, do Hospital de Braga.

Prémio “Melhor Caso Clínico”

Caso Clínico nº 04 – INDUÇÃO CLÍNICA E ENDOSCÓPICA DE COLITE ULCEROSA COM TACROLIMUS E VEDOLIZUMAB
da autoria de Simões G, Russo P, Bernardes C, Carvalho D, e Ramos J, dos Serviços de Gastrenterologia do Centro Hospitalar de Lisboa Central e do Centro Hospitalar de Leiria.
voltar